15 de setembro de 2011

Quem é vivo sempre aparece

Nesse exato momento estou eu aqui na frente do meu pc procurando as palavras certas, (se é que existe as palavras certas). Bem, vocês não podem ver mas eu estou morrendo de vergonha e também não podem ter a certeza, mas eu estava com saudades de escrever, muita, mas muita saudade. Mas devido aos contratempos da vida (da minha vida) e a minha falta de criatividade, sim! eu andei sumida do Versos Mudos. E eu não estou nem um pouco orgulhosa disso, por isso me referi a vergonha que sinto. Porque só hoje, só hoje minha gente lembrei que esse mês é o mês de aniversário de um ano do Versos Mudos. Verdade. Foi dia 8 de setembro de 2010 que nasceu esse blog, criado pela pessoa que vos escreve. E eu uma mãe desnaturada só me lembrei disso hoje. Mas não importa porque eu continuo sendo a dona disso tudo aqui. É brincadeira gente. Esse blog é tão de vocês quanto meu, porque é otimo saber que alguém lê as loucuras e devaneios que eu escrevo.

Então como todo aniversário é digno de bolo, esse não será diferente. Aqui está ele. Tcharãn...
O BOOOLO!

Parabéns pra você nessa data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida.... êêêêêêê. Discurso, discurso, discurso.
Tá! tábom, eu odeio discurso mas vou tentar falar alguma coisa.
- Parabéns Versos Mudos pelo seu 1º aninho de vida, que você possa a cada dia conquistar mais e mais leitores, e quem sabe ganhar o prémio pelo blog mais exótico do mundo. Não, aí já é demais né?! Vamos deixar essa de "o mais isso, o mais aquilo "de lado pra não ficar um discursso chato. E eu desejo que alcance seus objetivos, seu sonhos, que siga sempre pelo caminho do bem, que não divulgue coisas erradas, tipo coisas pornôs e besteiras sem noção. Há é você já divulga besteiras sem noção. Bom, é isso meu filho que eu tenho pra ti falar... Aaaaah já ia esquecendo... E eu tentarei ser uma mãe mais presente, mais responsável, eu disse: tentarei. Mas amor eu tenho de sobra, e é isso que importa.

E pra você que gosta é do estrago, continue lendo esse blog. Ele não  é o melhor, mas também não é o pior.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar.

Beijos ;*